Artigos
Infectada com Covid-19, mulher vai a manicure e só avisa sobre o estado de saúde depois

Infectada com Covid-19, mulher vai a manicure e só avisa sobre o estado de saúde depois

Qual o limite da vaidade? Para uma mulher de Washington, nos Estados Unidos, o limite é o céu, ou essa questão parece nem ser tão relevante assim. Infectada com a Covid-19, mas “precisando desesperadamente fazer as unhas”, ela escondeu esse ‘pequeno detalhe’ e foi para a manicure cuidar do visual estético das mãos.

A profissional responsável pelo atendimento só ficou sabendo que se expôs ao vírus no dia seguinte, através de mensagens de texto. “Estou me sentindo muito mal e não deveria ter ido no meu horário, mas eu precisava desesperadamente fazer as minhas unhas! Fui diagnosticada com o coronavírus há dois dias, então, por favor, fique de quarentena”, disse a cliente em uma das mensagens enviadas.

Chocada e extremamente preocupada, Taylor, que trabalha num salão chamado Rogue Menai, argumentou na conversa sobre a sua própria saúde: “Você sabe que eu estou com a imunidade comprometida e que não deveria te atender se você esteve exposta à doença”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Enviar Mensagem para nossa equipe